SaaS e cloud vão estar no seu futuro…

Um colega me perguntou recentemente porque eu acredito que o modelo SaaS vai se tornar dominante nos próximos anos. Na minha opinião um dos principais impulsionadores para sua adoção é a crescente preocupação das empresas em melhor utilizar os custos operacionais de TI, bem como, é claro, buscar reduzir os investimentos em capital. As empresas cada vez mais não querem comprar tecnologias e sim investir em soluções de negócio. Continuar gerenciando o budget de TI focado apenas em hardware, plataformas, middlewares e aplicações não é otimizar as operações do negócio… Esta tendência se acelerou com a crise de crédito em 2008 e não deve diminuir no horizonte próximo.

Além disso, não podemos esquecer que existe uma relação circular e intensa entre dinâmica de negócios e adoção de TI. As empresas adaptam suas operações às tecnologias disponíveis, bem como buscam tecnologias que se adaptem aos seus modelos operacionais. O uso mais intenso de SaaS permite as empresas mudarem suas estratégias de TI. SaaS e cloud computing mudam a maneira como TI é comercializada e gerenciada e isto afeta os modelos operacionais das empresas. Saas e cloud computing, ao mudar o foco de capex (capital expenses) para opex (operating expenses), oferecer respostas mais rapidas às mudanças do mercado e diminuir os custos operacionais, permitem as empresas mudarem suas operações e estas mudanças mudam também a maneira como elas usam TI.

E em um mundo cada vez mais interconectado, o fenômeno da reverberação é intensificado. Isto significa que se mais e mais empresas tornam-se adeptas do SaaS, elas mesmo vão demandar mais e mais alternativas em SaaS. Além disso, elas influenciam as demais, gerando um efeito de rede. Os provedores de tecnologia, por sua vez, vendo este cenário, vão se movimentar mais aceleradamente para se inserir neste modelo, ampliando o número de ofertas SaaS no mercado. O vetor resultante é uma maior aceleração na adoção de SaaS nos próximos anos.

Que consequencias veremos? Bem, um pouco de percepções pessoais..não de previsões!

1)     As empresas de software que ficarem paralizadas, esperando o mercado sinalizar a rota para SaaS para então se moverem, vão ficar para trás. Provavelmente poderão perder espaço para as empresas mais inovadoras e que adotam SaaS de forma mais audaciosa.

2)     As empresas usuárias vão evoluir gradualmente no seu uso de soluções SaaS, saindo da primeira onda, onde as aplicações são isoladas, chegando a niveis de maturidade maior, com aplicações integradas e inseridas no core business. É um processo de evolução gradual e na minha opinião este nivel mais alto de maturidade só deverá ser alcançado em 5 ou 6 anos. Estes niveis mais altos de maturidade implicam entre outras coisas, em modelos de governança mais adequados para SaaS e cloud computing.

3)     A adoção de SaaS é mais intenso nas empresas de pequeno a médio porte, mas aos pouco vai se inserindo também nas grandes corporações. Este contexto faz com que as empresas de software focadas no segmento de empresas menores tenham que adotar SaaS muito mais rapidamente que as focadas nas grandes corporações.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: