Quando adotar cloud?

Em uma recente reunião com executivos de um cliente, onde ficou decidido que irão adotar o modelo de cloud computing, surgiu a questão: quais os principais desafios para colocar as idéias em prática?
Algumas das dúvidas que foram debatidas são, de maneira geral, comuns a maioria das empresas e portanto vamos compartilhá-las aqui.
Adotar cloud computing não é uma simples questão de implementar um sistema de virtualização. Aliás ainda existe muita simplificação, com empresas implementando virtualização e afirmando que estão implementando cloud computing. A fórmula para cloud computing é virtualização + padronização + automação. Virtualização é apenas o primeiro passo da jornada.
Alguns dos desafios que os gestores de TI vão enfrentar nesta jornada em direção a cloud computing envolvem desde o ritmo, intensidade e abrangência do uso de cloud até mudanças na própria estrutura e organização de TI, com novos skills e responsabilidades, mudanças nos modelos de governança e definição de budgets, e relacionamento com clientes internos e provedores externos.

O primeiro passo é considerar cloud como estratégia de TI, como foi a mudança do ambiente centralizado para o cliente-servidor há uns 15 anos atrás. As empresas que ignoraram o modelo cliente-servidor e insistiram em se manter por tempo demasiado no ambiente centralizado, tiveram que correr atrás do prejuízo. Lessons learned. Portanto a atitude de TI frente à computação em nuvem deve ser pró-ativa e não reativa.

TI deve identificar onde a adoção de cloud poderá trazer maiores e mais rápidos benefícios para a empresa, inclusive pensando “out-of-the-box”, criando novas oportunidades de geração de receita para a organização. Assim TI deve estar bem identificado com as demandas do negócio e as potencialidades da computação em nuvem.

Mas, idéias para serem concretizadas precisam de um impulso financeiro. A adoção de cloud deve ser substanciada por uma análise bem detalhada de ROI (return on investment), TCO (total cost of ownership) e o valor de oportunidades para processos ou produtos inovadores. Deve ficar claro que quando falamos em cloud computing estamos falando de diversos serviços em nuvem como IaaS, PaaS e SaaS, que estão em diferentes estágios evolutivos. SaaS já está em operação há bastante tempo, mas PaaS está dando seus primeiros passos agora. Isto significa que muitas vezes os custos e os riscos do pioneirismo devem ser embutidos nos estudos para sua adoção.

O ritmo e abrangência da adoção de cloud na empresa depende muito da sua cultura de inovação e risco. Empresas mais avessas à riscos devem começar com serviços de cloud já maduros como SaaS, em aplicações que ofereçam o minimo de risco para o negócio.

A estratégia de disseminação pode e deve ser gradual. Um exemplo de road map foi o definido pelo CIO do governo federal americano em um recente documento (http://www.cio.gov/documents/StateOfCloudComputingReport-FINALv3_508.pdf) onde ele explicita:
. By September 2011 – all newly planned or performing major IT investments acquisitions must complete an alternatives analysis that includes a cloud computing based alternative as part of their budget submissions.
. By September 2012 – all IT investments making enhancements to an existing investment must complete an alternatives analysis that includes a cloud computing based alternative as part of their budget submissions.
. By September 2013 – all IT investments in steady-state must complete an alternatives analysis that includes a cloud computing based alternative as part of their budget submissions.

Não conheço pesquisas formais, mas de maneira geral há um consenso que de 10% a 40% das aplicações que rodam on-premise nas empresas podem migrar para cloud em curto espaço de tempo. É papel de TI identificar quais destas aplicações fazem sentido migrarem para cloud, o ROI desta migração e os prazos para que isso aconteça.

Finalmente, existe um desafio que ainda não está sendo devidamente ponderado: o gerenciamento e monitoramento dos recursos em cloud. A computação em nuvem muda de forma significativa a maneira como os recursos de TI são adquiridos e utilizados. De maneira geral, pelos menos nos próximos anos, veremos ambientes hibridos nas empresas, com sistemas rodando on-premise em servidores dedicados, outros rodando em nuvens privadas e outros em nuvens públicas. Gerenciar, monitorar e garantir a interoperabilidade deste ambiente complexo não é e nem será uma tarefa simples. A área de TI passará a ser aos poucos de exercer funções de gerenciadora de ativos a gerenciadora de relacionamentos com os provedores de nuvens. Novos skills e funções devem ser adquiridos como cloud services architects. Os modelos de governança devem ser ajustados para a flexibilidade, elasticidade e caracteristicas self-service do ambiente de nuvem.

O resumo da ópera é que a transição para a nuvem vai exigir bastante planejamento. Voltando no passado, se olharmos os então CPDs que mantinham sistemas centralizados e compará-los com os data centers de hoje que rodam sistemas Web e cliente-servidor em centenas ou milhares de servidores, veremos imensas diferenças. E as diferenças entre estes data centers de hoje e as nuvens de manhã serão iguais ou maiores. Portanto, devemos começar a planejar este novo cenário a partir de hoje.

3 Respostas to “Quando adotar cloud?”

  1. Renan Says:

    Bom dia,

    tenho uma duvida. Para se implementar cloud computing é necessário ter virtualização + padronização + automação, certo?

    Alguem poderia me dar um exemplo de padronização e automação?

    Obrigado.

    Ps. O blog é Excelente, ainda mais para quem está fazendo seu TCC sobre cloud… Obrigado novamente.

  2. augusto miranda Says:

    Pela 1a. vez no País, Brasília recebe um dos principais eventos internacionais sobre o assunto, para promover, debater e apresentar, com importantes nomes mundiais do SOA & CLOUD, cases e possibilidades de implementação da arquitetura, cujo interesse vem sendo crescente entre os profissionais e gestores de TI. A programação contempla ainda workshops preparatórios a diversas certificações em SOA.

    + info: http://www.soasymposium.com.br/

  3. alan-pierre@hotmail.com Says:

    Estou desenvolvendo uma pesquisa universitária onde tem-se por objetivo explanar a computação em nuvens, levando em considerações possíveis dúvidas e reclamações sobre a implantação e usabilidade do serviço.
    Abaixo segue o link de um questionário, como ele espera-se poder tirar algumas conclusões sobre a visão inicial do profissional de TI. Sugestões serão sempre bem-vindas…
    Agradeço desde já.

    http://bit.ly/fV2qpS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: